segunda-feira, 28 de outubro de 2013

[Drops 09] [Re]Definindo Sustentabilidade


Sustentabilidade, Fritjof Capra, 2013


O termo triple bottom line foi criado em 1994 pelo sociólogo inglês John Elkington e trouxe não somente um norte para a sustentabilidade ao mundo dos negócios como também um grande problema de interpretação, causado pelas próprias organizações: que tudo pode ser produzido de forma sustentável, tema que já foi abordado no nosso post Mísseis e cigarros sustentáveis? Como assim?.

Lembrei desta questão quando li hoje no Portal CarbonoBrasil as palavras de Fritjof Capra no 10o. Congresso Brasileiro de Direito Socioambiental e Sustentabilidade, ocorrido em 1o de agosto de 2013, em Curitiba, sobre o que é e o que não é sustentabilidade:

Sustentabilidade não seria “o que os economistas gostam de falar - sobre crescimento econômico e vantagens competitivas”. Esclareceu: “Uma comunidade sustentável deve ser desenvolvida de forma que a nossa forma de viver, nossos negócios, nossa economia, tecnologias e estruturas físicas não interfiram na capacidade da natureza de sustentar a vida. Devemos respeitar e viver de acordo com isto”.

O lucro deve ser visto como consequência deste bom entendimento. Obviamente que podemos entender que o câncer e que a morte são partes do ciclo da natureza, mas daí a entender que o meu negócio pode continuar matando e provocando doenças, só que com mais responsabilidades... já se constitui uma falha no ponto de partida para a aplicação do conceito de sustentabilidade no mundo dos negócios.

Saúde e vida para todos nós!

.